Quinta-Feira, 15 de novembro de 2018 Nossa história      

Notícias

Rumo ao 4º Selo Unicef, Vila Nova do Piauí realiza I Fórum Comunitário; veja fotos

O I Fórum Comunitário aconteceu no Ponto de Cultura Cidade Poesia e teve como objetivo elaborar um diagnóstico dos serviços de atendimento à criança e ao adolescente da Cidade Poesia e promover a participação da comunidade no encaminhamento das políticas públicas.

A Prefeitura de Vila Nova do Piauí, através do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Tutelar, a Comissão Intersetorial do Selo Unicef e as Secretarias Municipais, de Assistência Social, Saúde, Educação, Cultura realizou na última quinta –feira, 23, o I Fórum Comunitário desta edição, que teve como tema “Vila Nova nos faz crescer”.

Vila Nova busca pela 4ª vez mais uma conquista da certificação internacional, Selo Unicef – Município Aprovado, Edição 2017-2020, iniciativa que reconhece o esforço do município, na implementação de programas, ações e políticas públicas em favor da infância e da adolescência.

O I Fórum Comunitário aconteceu no Ponto de Cultura Cidade Poesia e teve como objetivo elaborar um diagnóstico dos serviços de atendimento à criança e ao adolescente da Cidade Poesia e promover a participação da comunidade no encaminhamento das políticas públicas.

O prefeito Edilson Edmundo de Brito –PTB, em seu pronunciamento na abertura oficial do fórum, destacou que o município investe muito em políticas públicas para a primeira infância e os adolescentes e que o selo vem sistematizar estas ações.

“A gestão pública municipal já desenvolve um conjunto de ações para garantir os direitos de crianças e adolescentes. Mas quando se articula o município para se adequar a metodologia do selo UNICEF, colocamos na agenda o cumprimento de cada uma das exigências estabelecidas”, explica.

Edilson chama a atenção de toda a equipe da gestão para a busca deste reconhecimento. “É importante às atividades do Selo UNICEF e a manutenção do título de município aprovado para a cidade de Vila Nova. Com isto vem o desenvolvimento do município e a conquista de novas ações”, concluiu o gestor agradecendo a todos os envolvidos.

Após a fala do gestor, o grupo de dança AJA, apresentou uma coreografia, onde as crianças e adolescentes tem na arte uma forma inclusão e cidadania.

A professora Marli Veloso, que é articuladora desta 4ª Edição do Selo Unicef – 2017-2020 apresentou Metodologia do Selo UNICEF que prevê a discussão de 11 temas essenciais na certificação: registro civil; evasão escolar; programas, serviços e benefícios sociais para as famílias vulneráveis; alimentação infantil; gravidez na adolescência; pré-natal; óbito materno; qualidade da educação; direito à vida; violência contra a criança e ao adolescente; e protagonismo juvenil.

“Este Fórum é o espaço para garantir que a população seja ouvida antes e durante a elaboração das políticas públicas para as crianças e os adolescentes. No contexto do Selo UNICEF, é uma atividade obrigatória para os municípios que aderiram ao projeto. Depois do I Fórum, vem uma reunião, e a realização do II Fórum”, disse Marli.

Depois de apresentada a metodologia, os profissionais Goretti de Deus (Secretaria de Educação) Dayro Coutinho (Secretaria de Saúde) e Cleide Leal (Secretaria de Assistência Social) mostraram o diagnóstico situacional elaborado a partir de indicadores enviados pelo UNICEF e de informações do município.

O diagnóstico foi o ponto de partida para os debates, onde o público presente foi dividido em 11 grupos de trabalho para traçar sugestões e ideias e depois compartilharam com todos como esses problemas apresentados nos indicadores ocorrem na cidade e sugeriram meios para a melhoria na gestão pública focada nos direitos de meninos e meninas.

Os debates proporcionaram para a cidade poesia a criação do Plano de Ação, que cada município deverá pôr em prática até 2020. Esse documento conterá as estratégias necessárias para que a gestão pública consiga ampliar o acesso aos direitos e melhorar a qualidade dos serviços oferecidos à criança e ao adolescente.

Entre outros estiveram presentes no I Fórum, Jhonatas de Araújo, Presidente do CMDCA;  Taynara Oliveira – Mobilizadora de adolescentes desta edição do selo; o jovem Wilkey Nunes – representante do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes – Nuca; o pastor Gessé Nunes, representando as igrejas evangélicas;  Elizangela Silva – representando o Conselho Tutelar; a secretária de assistência social e primeira dama – Ana Carolina; a secretária de saúde – Almerinda Luz;  o secretário de agricultura – Luiz Gonzaga; o secretário de administração – Dorgivaldo Lima; a doutoranda Milena Leal – representou o ex -prefeito Arinaldo Leal; a Dra. Núbia Rocha; os vereadores – Deijano Lima, Flávio Sousa, Adelino Oliveira, Maria das Dores e Severo Sousa e as lideranças comunitárias, Nena, Ignez Silva e a professora Antônia Maria.

_Lançamento de Livro

Durante o evento do Selo, a biblioteca municipal Patativa do Assaré, lançou o livro do cordelista alagoinense Samuel Nascimento “Para todos o amor”. Antes do lançamento o professor Jhonatas Luz, relatou a importância do livro na vida das comunidades.

Em seguida a jovem Taynara Oliveira, apresentou currículo do autor do livro PARA TODOS O AMOR que foi lançado oficialmente na cidade natal do cordelista, em Alagoinha do Piauí no dia 29 de julho de 2018. A obra do escritor, frisa sobre o amor em várias faces e dimensões.

O livro foi honrosamente apresentado pela professora Eva Graça, que assina o próprio livro com sua narrativa. Na ocasião algumas poesias contidas no livro foram apresentadas: Acorde Menina (Ana Clarissa), Vila Nova do Piauí (Marli Veloso), abra um livro (Marcilene Luz) Natureza (Eva Graça) uma poesia por Honorato Lima e por último o autor declamou várias de suas poesias e narrou sua trajetória e também a importância da leitura na vida de um povo.

Para encerrar a noite, já por volta das 00h, houve uma apresentação teatral, dirigida pela professora Marcilene Luz e o encerramento com o Forró do Selo com o cantor Leonel do Acordeon.

 

_Veja mais fotos: